Postagens

domingo, 26 de junho de 2011

Indicação de Livro: Além do Planeta Silencioso

Bibliografia: Lewis, C. S. Além do Planeta Silencioso: Trilogia Cósmica. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2010.

Sinopse: “‘Mais talvez do que qualquer outro escritor do século XX, Lewis obriga seus ouvintes e leitores a encarar de frente seus próprios pressupostos filosóficos.’ – LOS ANGELES TIMES

“‘Um livro delicioso, cheio de graça e sabedoria’ – COMMONWEAL

“‘C. S. Lewis tem o dom de nos fazer viver suas fantasias.’ – THE NEW YORK TIMES

Além do planeta silencioso é o primeiro livro da Trilogia Cósmica de C. S. Lewis, escrita nos tensos momentos que antecederam a Segunda Guerra Mundial e que foram concomitantes a ela. É uma parábola de sua época que acabou por resistir ao tempo e que tem sido apreciada por sucessivas gerações não só pela importância de seu conteúdo moral como também em razão da maravilhosa narrativa. Para o papel principal da trilogia, C. S. Lewis criou aquele que talvez seja o personagem mais memorável de sua carreira – o brilhante filólogo Elwin Ransom, uma pessoa objetiva, veemente e corajosa – inspirado no amigo J. R. R. Tolkien; nada mais justo, pois, no que se refere à amplitude imaginativa e à integridade criativa não de um, mas de dois mundos imaginários, a Trilogia Cósmica só foi igualada, no século XX, à trilogia tolkieniana de O Senhor dos Anéis. Os leitores que na infância se apaixonam pela série fantástica das Crônicas de Nárnia invariavelmente apreciam a Trilogia Cósmica quando ficam mais velhos. Também ela apresenta mundos estranhos e mágicos onde se travam combates épicos entre as forças da luz e as das trevas e é uma das obras mais extraordinárias da literatura inglesa de todos os tempos” (Fonte:
WMF Martins Fontes).

Comentário: Lewis é um mestre em narrar histórias. Aqueles que apreciam suas descrições envolventes e trama elaborada na série As Crônicas de Nárnia não ficarão nem um pouco decepcionados com este livro. Voltada mais para o público adulto (apesar de eu ter encontrado meu exemplar na seção infanto-juvenil!), esta ficção também trás como pano de fundo teológico-filosófico o cristianismo.

Não quero fazer muito comentário sobre o livro porque ele precisa ser lido pra ser apreciado. Aqueles que gostam do estudo de línguas vão gostar muito da narrativa, permeada pelas descobertas do filólogo Ransom da língua nativa em outro planeta. Além disso, só o fato de Lewis ter colocado como protagonista de uma ficção científica não um cientista, mas um filólogo, já é algo digno de nota.

Leitura formidável, com vários lampejos que questionam mesmo o nosso mundo mais de meio século depois de sua publicação. Altamente recomendado. Aguardo ansioso a publicação dos próximos dois volumes da trilogia.

Declaração Pública

Hoje vim aqui pra tirar as teias de aranha e a grossa camada de pó do blog. Sei que faz tempo que não escrevo nada por aqui e a razão é simples: desde o fim do ano passado meu tempo e energia são dedicados a obra do Senhor através do ministério pastoral. Nesse tempo, Deus derramou sobre minha esposa e eu grandes bênçãos.

Uma delas é a oportunidade que tenho agora de dedicar o período de um mês para meus estudos. Estou no IAENE - Instituto Adventista de Ensino do Nordeste, conhecido também como FADBA - Faculdades Adventistas da Bahia. Iniciei no último dia 20 o mestrado intra-corpus na área de Teologia do SALT - Seminário Adventista Latino-Americano de Teologia. A oportunidade é maravilhosa, mas a um custo muito grande: ficar semanas sem ter comigo meu tesouro mais precioso - minha esposa.

No dia que cheguei aqui, a saudade foi tão grande que a pena não parou até que o pequeno e frágil poema abaixo estivesse pronto. Não será considerado, imagino, uma joia da literatura universal, mas é a expressão de um marido louco de saudades. Esse é pra você, meu docinho...

Eu Queria Dizer Obrigado

Eu queria dizer obrigado
Pelo teu amor, pelo teu olhar,
Pelo sorriso que me vem acalmar,
Pelo abraço, pelo aconchego dos teus braços,
Pela segurança terna do teu regaço.

Eu queria dizer obrigado
Pelas orações silenciosas ou não,
Porque meu amor por ti não é vão,
Pelo incentivo e cuidado,
Pelo doce, doce beijo molhado.

Eu queria dizer obrigado
Pelo perdão e pela confiança,
Pelo olhar que traz esperança,
Pela mão que me afaga,
Pela presença que me abraça.

Eu queria dizer obrigado
Pelo suporte mesmo na distância,
Pelo desejo, tal qual ânsia,
Pelo perfume que me enebria,
Pela luz to teu amor que me alumia.

Eu queria dizer obrigado...
Eu quero...
Obrigado!
Related Posts with Thumbnails